Argumentar com meras palavras é inútil, e só falar não traz nenhum benefício.

Jó 15:3.

Tradução do Novo Mundo.

Anúncios

Quando um namoro termina

  
O DESAFIO
“Eu achava que tinha encontrado a pessoa certa. ‘Eu poderia passar o resto da minha vida com esse homem’, dizia a mim mesma. Mas, depois de apenas dois meses, tive de terminar com ele. Eu não conseguia acreditar que uma coisa que começou de forma tão maravilhosa acabou tão rápido!” — Anna.*

“Parecia que a gente combinava em tudo. Eu tinha certeza de que íamos nos casar. Mas, conforme o tempo foi passando, comecei a perceber o quanto éramos diferentes. Quando me dei conta do grande erro que eu estava cometendo, terminei o namoro.” — Elaine.

Você já passou por algo assim? Então, este artigo pode ajudá-lo a superar essa experiência.
O QUE VOCÊ PRECISA SABER

O fim de um namoro pode ser muito difícil, mesmo para a pessoa que terminou o relacionamento. “Eu me sentia horrível!”, disse uma jovem chamada Sarah, que terminou com seu namorado depois de seis meses. “Numa hora, ele estava na minha vida e no meu futuro; de repente, ele não estava mais. Quando eu ouvia músicas que tinham sido especiais para nós, eu me lembrava dos bons momentos que havíamos passado juntos. Quando eu estava em lugares que tinham um significado especial para nós, eu sentia muita falta dele. Eu sentia tudo isso mesmo sabendo que era eu quem havia terminado o namoro!”

Terminar um namoro, mesmo que seja doloroso, pode ser uma boa coisa. “Você não quer magoar a pessoa”, diz Elaine. “Mas daí você percebe que continuar um namoro que não está dando certo vai acabar machucando vocês dois.” Sarah concorda: “Eu acho que, se você não está feliz com alguém no namoro, provavelmente não será feliz com ele no casamento. Por isso, é melhor terminar.”

Terminar o namoro não significa que você é um fracasso. Na verdade, um namoro bem-sucedido leva a uma decisão, não necessariamente ao casamento. Se você ou a outra pessoa têm sérias dúvidas sobre o relacionamento, a decisão certa talvez seja terminar o namoro. Se isso acontecer, o fato de o relacionamento ter fracassado não significa que você seja um fracasso. Você pode superar isso! Como?

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Não ignore sua dor. 

“Eu perdi mais do que um amigo; perdi meu melhor amigo”, conta Elaine, citada no início do artigo. Quando você termina um namoro com alguém de quem gostava tanto, é normal ficar triste por um tempo. Um jovem chamado Adam diz: “Sempre há alguma dor quando um namoro acaba, mesmo que você saiba que foi melhor assim. Afinal é um relacionamento que terminou.” Você talvez se sinta como o Rei Davi da Bíblia. Durante um período de angústia, ele escreveu que chorava “a noite inteira”. (Salmo 6:6) Às vezes, ignorar a dor não é a melhor forma de superá-la. Aceitar seus sentimentos pode ser o primeiro passo para a cura. — Princípio bíblico: Salmo 4:4.

Passe tempo com pessoas que se importam com você. 

É verdade que isso talvez não seja fácil. “De início, eu não queria ver ninguém”, admite Anna, já citada. “Eu precisava de tempo para me recuperar, para pôr minha cabeça em ordem e tentar entender tudo aquilo.” No entanto, mais tarde, Anna percebeu a importância de passar tempo com amigos achegados que a ajudariam a se animar. Ela diz: “Eu estou mais otimista agora e o fim do namoro não me afeta tanto quanto antes.” — Princípio bíblico: Provérbios 17:17.

Aprenda com o que aconteceu. 

Pergunte-se: ‘Essa experiência mostrou aspectos em que eu preciso amadurecer? O que eu faria diferente num próximo relacionamento?’ Uma jovem chamada Márcia diz: “Depois de um tempo, eu pude analisar melhor o que aconteceu. Mas tive de esperar até conseguir deixar as emoções de lado e ver as coisas com mais clareza.” Adam, já mencionado, concorda. Ele diz: “Levou um ano para me recuperar. Levou ainda mais tempo para eu tirar algo positivo dessa experiência. O que eu passei me ensinou muito sobre mim mesmo, sobre o sexo oposto e sobre relacionamentos. Agora sofro bem menos do que quando terminamos.”

Ore a respeito de suas ansiedades. 

A Bíblia diz que Deus “cura os que têm o coração partido e trata dos seus ferimentos”. (Salmo 147:3, Bíblia na Linguagem de Hoje) Deus não é um casamenteiro — nem pode ser responsabilizado pelo fim de um relacionamento —, mas ele se interessa em nosso bem-estar. Converse com ele em oração sobre seus sentimentos. — Princípio bíblico: 1 Pedro 5:7.

* Alguns nomes neste artigo foram mudados.
TEXTOS PRINCIPAIS

“Ficai agitados . . . Falai no vosso coração, na vossa cama.” — Salmo 4:4.

“O verdadeiro companheiro . . . é um irmão nascido para quando há aflição.” — Provérbios 17:17.

‘Lance sobre Deus toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de você.’ — 1 Pedro 5:7.

“O coração realmente se cura”

“Quando meu namorado terminou comigo, eu me senti culpada, confusa, sozinha e até inútil. A mágoa é uma das coisas mais difíceis de superar. Mas Deus não nos criou com a capacidade de amar simplesmente para nos torturar. Ele também nos fez com a capacidade de nos curar. Leva tempo para se apaixonar por uma pessoa e leva tempo para se recuperar quando esse relacionamento termina. Mas você pode se recuperar. O coração realmente se cura.” — Márcia.

Fonte: Revista Despertai! – Julho 2015.